Artigos

A nossa vida é essencialmente missionária


Autor: Cosme da Rocha – Seminarista e acadêmico do 2º período de Teologia do Instituto de Filosofia e Teologia do Espírito Santo (IFTES)

A vida é missão! Com esta motivação, as Pontifícias Obras Missionárias (POM) trazem neste ano, com o lema do profeta Isaías 6,8: “Eis-me aqui, envia-me”, o que iremos rezar neste mês missionário. É preciso salientar a realidade atual em que somos chamados a viver, num caminho de missão que se apresenta de formas inusitadas e desafiantes. Com a pandemia do Covid-19, foi preciso mudar o jeito de evangelizar e continuar o caminho. Uma delas, talvez esquecida por muitos, novamente foi enaltecida: a oração. Assim como Santa Terezinha do Menino Jesus, patrona das missões, que do seu claustro rogou incessantemente a Deus pelas missões, transformamos nossas “vidas isoladas” em “terrenos missionários”, lugares onde o desejo pela missão novamente foi manifestado por todos. Uma vida cristã que não traz consigo o desejo de espalhar o Cristo que se doa é semelhante à semente que nada produz (Mt 13, 18s), à lâmpada que se esconde (Mt 5, 15), à moeda permanentemente desaparecida (Lc 15, 8s). Uma vida missionária é um caminho de contínua busca pelo Senhor, de amadurecimento e formação (EG, 2013, n.160). Nossa vida é missão. Precisamos ser pessoas da esperança definitiva. O mundo está doente e de diferentes formas: o medo do outro, a peste do ódio, a aridez do amor, a intolerância com o diferente, o descuidado com a vida. O texto das POM (2020) nos conclama a “defender e cuidar da vida em todas as suas dimensões”, e assim, termos a certeza de que tudo é bom, pois foi criado por Deus.

Estamos aqui e mais uma vez o Senhor nos quer enviar em missão. Cabe darmos o SIM, transformador da realidade e gerador de vida e em plenitude para todos. O Papa Francisco, para o Dia Mundial das Missões deste ano diz (2020): “Demo-nos conta de estar no mesmo barco, todos frágeis e desorientados mas, ao mesmo tempo, importantes e necessários: todos chamados a remar juntos, todos carecidos de mútuo encorajamento.” Não tenhamos medo em anunciar a Boa Nova. Peçamos ao Espírito Santo que renove o nosso coração para sempre vivermos o anúncio da vida nova, renovada na ressurreição do Mestre e assim, impulsione-nos à missão (ChV, 2019, n.131). O Senhor nos envia em missão. Tenhamos coragem em dizer SIM. Que Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil e Santa Terezinha do Menino Jesus, intercedam por nosso viver missionário.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

FRANCISCO. Christus Vivit: para os jovens e para todo o povo de Deus. 1 ed., São Paulo: Paulus, 2019.
______. Evangelii Gaudium:  A alegria do Evangelho. São Paulo: Loyola, 2013.
______. Mensagem de sua Santidade Papa Francisco para o dia mundial das missões de 2020. Disponível em:< http://www.vatican.va/content/francesco/pt/messages/missions/documents/papa-francesco_20200531_giornata-missionaria2020.html> Acesso às 9h44, 24 Set. 2020.
POM. Campanha Missionária 2020. Disponível em: <http://www.pom.org.br/campanha-missionaria-2020/> Acesso às 9h23, 24 Set. 2020.

 

Últimos artigos