Notícias

11 de Abril de 2018

Começa hoje dia 11 de abril em Aparecida (SP) a 56ª Assembleia Geral da CNBB


Publicado por: Pascom


A 56ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) teve início na manhã desta quarta-feira, 11 de abril, com uma Santa Missa presidida pelo Arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, Cardeal Sergio da Rocha, no Santuário Nacional de Aparecida, em seguida, todo o episcopado participante se reuniu para a sessão de abertura, no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida, local onde os trabalhos serão desempenhados até o próximo dia 20 de abril para tratar principalmente da formação dos presbíteros na Igreja do Brasil.

Durante a sessão, Dom Sérgio da Rocha destacou que a assembleia é sempre uma experiência privilegiada de oração, partilha fraterna, estudo e reflexão para fortalecer a comunhão entre os bispos, para melhor servir as Igrejas particulares, ou seja, um tempo especial de participação em vista da missão da Igreja no brasil.

Ele também ressaltou que o Papa, em audiência pessoal, avalia o fato de continuarmos firmes na missão, confiando a esperança e permanecendo unidos. “Agradecemos o Papa pelo apreço a conferencia brasileira e pela última exortação apostólica ‘Gaudete et Exsultate’. Convivamos na santidade”.

Dom Sérgio não deixou de lembrar que a 56º AG, se realiza no ano do laicato, buscando valorizar sempre mais a missão dos leigos na igreja, como sal da terra e luz do mundo.” Buscamos apoiar cada vez mais a vocação e a missão dos leigos, pois precisamos de um laicato atuante na Igreja e na sociedade”.

Sobre o tema central “Diretrizes para a Formação de Presbíteros”, ele disse que a temática merece uma atenção de todos, considerando não só a formação dos futuros presbíteros, mas a formação permanente dos atuais, sempre necessária.

O Cardeal também cita outros temas que serão debatidos, como, por exemplo a realidade social, as eleições no país e a eleição dos delegados para o sínodo dos bispos em Roma, que tratará de jovens, fé e discernimento vocacional.

O presidente da CNBB, fez questão de pedir orações pela restauração da saúde do secretário-geral da CNBB, Dom Leonardo Steiner e informou a nomeação do bispo auxiliar de São Luis do Maranhão, Dom Esmeraldo Barreto de Farias como coordenador dos trabalhos, auxiliado pelo Arcebispo-Coadjutor de Montes Claros, Dom João Justino de Medeiros Silva.

 

Boas-vindas

Outros importantes nomes deram as boas-vindas na Sessão de Abertura da 56º AG, como, o núncio apostólico no Brasil Giovanni d’Aniello, o Arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, o Reitor do Santuário Nacional, Padre João Batista e o Prefeito de Aparecida, Ernaldo César Marcondes.

“Mais uma vez Aparecida vos recebe de braços abertos. Escolhidos para serem nossos pastores, com a graça de Deus e intercessão de Nossa Senhora Aparecida, pois que sejam iluminados e saiam daqui com grande resultado. Não entregarei as chaves da cidade, porque Aparecida não tem portas e nem portões para os bispos do Brasil. Está sempre aberta para todos vocês”, disse o prefeito.

Já o reitor do Santuário Nacional explicou que o povo está inseguro e temoroso com relação ao futuro do país e que a CNBB sempre foi um guarda-chuva, no qual, as pessoas e as instituições esperam proteção para respirar esperança e acreditar na força dos valores morais e éticos fundamentados nos ensinamentos de Jesus. “Temos certeza que o Espírito Santo de Deus não abandonará aqueles que foram colocados na condição de guias espirituais dos fiéis”, disse.

O Arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, disse que Aparecida, nesta época preside um verdadeiro cenáculo. “Aqui se transforma num verdadeiro pentecostes para toda a Igreja do Brasil. Cito palavras de um salmo: como é belo e agradável para irmãos unidos vivermos juntos”.

Por fim, Dom Giovane Dinielli aponta que é justamente a Virgem Mãe Aparecida a quem está confiada a 56º AG.

FONTE: A12