Arquivos

Romaria diocesana ao Convento da Penha

No sábado, 22 de Abril, acontecerá a romaria diocesana ao convento da Penha, com a santa missa presidida pelo bispo Dom Paulo Bosi Dal’Bó, às 08h, no campinho.

Todos os anos a diocese de São Mateus se faz presente na preparação da Festa da Penha, com a santa missa celebrada na manhã do sábado que antecede a grande festa. Neste ano, será colocado em intenção a comemoração dos 15 anos do Seminário Maior São Mateus. Durante a santa missa o seminarista Ramon Julio Vilaça será admitido às Sagradas Ordens e o seminarista Edson Delfino receberá o ministério do Leitorato.

Procure a organização da romaria de sua paróquia e participe desta bela festa em homenagem a Virgem da Penha!

Missa dos Santos Óleos em Montanha

Nesta terça-feira, 11 de Abril, às 10h, acontecerá na Igreja Matriz da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em Montanha, a Missa dos Santos Óleos, presidida pelo nosso bispo diocesano, dom Paulo Bosi Dal’Bó.

A Missa dos Santos Óleos é também conhecida como “Missa do Crisma”, pois nela é realizada a bênção dos óleos dos catecúmenos e dos enfermos, e consagrado o óleo do Crisma. Estes óleos serão utilizados durante todo o ano pelas paróquias da diocese. Durante a celebração também acontece a renovação das promessas sacerdotais do clero diocesano perante o Bispo, o que faz com que a Santa Missa também seja chamada de “Missa da Unidade”.

Acompanhe a  transmissão ao vivo da Santa Missa pela Fanpage da Diocese de São Mateus no Facebook e pela Rádio Kairós 94,7 FM.

Seminaristas diocesanos serão ordenados Diáconos em maio

No próximo dia 27 de maio, os seminaristas André Luciano Masarim e Maickon Montovanelli serão ordenados Diáconos pela imposição das mãos do bispo diocesano, Dom Paulo Bosi Dal’Bó. A ordenação acontecerá na Catedral Diocesana, em São Mateus – ES, às 17h.

André, é de origem, da comunidade São Sebastião, no Córrego da Volta em Nova Venécia, e atualmente faz estágio pastoral na Paróquia Senhor Bom Jesus, em Água Doce do Norte. Já o seminarista Maickon, vem da comunidade de Santa Luzia, no Córrego Comprido, São Gabriel da Palha, e hoje faz seu estagiário na Paróquia São Francisco de Assis, em Barra de São Francisco. Ambos concluíram o curso de teologia pelo Instituto de Filosofia e Teologia da Arquidiocese de Vitória (IFTAV) em 2016.

Durante a celebração, comemoraremos também o aniversário de 28 anos de dedicação da Catedral diocesana.

 

Padre Edivalter Andrade é nomeado bispo para Diocese de Floriano – PI pelo Papa.

A Nunciatura Apostólica no Brasil comunicou na manhã desta quarta-feira, 29 de março, a decisão do papa Francisco em nomear para a vacante diocese de Floriano (PI), padre Edivalter Andrade. Atualmente ele exerce o posto de vigário geral da diocese de São Mateus (ES).

A diocese de Floriano foi criada em 27 de fevereiro de 2008 pelo papa Bento XVI, por ocasião do desmembramento da Diocese de Oeiras-Floriano. Ela estava vacante desde o dia 4 de maio de 2016, quando o papa Francisco nomeou dom Valdemir Ferreira como bispo de Amargosa (BA).  Padre Edivalter será o terceiro bispo diocesano.

Natural de Barra de São Francisco (ES), padre Edivalter tem 54 anos de idade. Nasceu em 17 de abril de 1962. Formado em Filosofia e Teologia pelo Instituto de Filosofia e Teologia da arquidiocese de Vitória (IFTAV), concluiu seus estudos em 1988. Logo após, em 1989, foi ordenado padre.

No início de seu ministério, padre Edivalter atuou como vigário na paróquia de São Mateus. De 1990 a 2000, foi reitor no Seminário Maior da diocese de São Mateus, localizado em Carapina-Serra (ES). O presbítero atuou também como administrador paroquial na paróquia São Cipriano, em Jaguaré (ES), nos anos de 1997 a 2002. Foi coordenador diocesano de pastoral, pároco na paróquia São Mateus e ecônomo diocesano. Em 2014 foi nomeado Pároco da Paróquia São Francisco de Assis, localizada em Barra de São Francisco, onde está atualmente.

Padre Edivalter também exerceu o posto de diretor da Rádio Kairós, no período de 2007 a 2013. Foi representante dos presbíteros e membro do Conselho Presbiteral e do Colégio de Consultores. Em março de 2016, foi nomeado vigário geral da diocese de São Mateus pelo bispo diocesano, dom Paulo Bosi Dal’Bó.

Sua Ordenação Episcopal será em Barra de São Francisco no dia 10 de Junho de 2017. Sua posse na Diocese de Floriano, no Piauí, será no dia 24 de junho.

CÁRITAS ENTREGA 25 MORADIAS EM BARRA DE SÃO FRANCISCO

A noite de 12 de janeiro de 2011 ficou marcada pela maior catástrofe socioambiental da história do Brasil, onde na região Sudeste, sobretudo Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo sofreram alagamentos, deslizamento e inundações, deixando centenas de pessoas desabrigadas.

Diante desse drama, a CNBB lançou a Campanha SOS SUDESTE coordenada pela Cáritas Brasileira, envolvendo paróquias e arqui/dioceses do Brasil. A Cáritas Internationalis lançou o “Apelo Emergencial” – EA-03/2011 – na rede internacional, recebendo colaboração de 11 entidades.

A partir dessa data, em Barra de São Francisco/ES iniciou um rico e longo processo de construção de 25 moradias que contou com apoio da Diocese de São Mateus, Sub Regional ES e Prefeitura local.

E é com muita alegria que convidamos para a entrega das casas, que será dia 18 de março de 2017, às 15h, no bairro Vila Santa Izabel em Barra de São Francisco.

Papa: abandonar vida dupla, o escândalo destrói

2017-02-23 Rádio Vaticana
Cidade do Vaticano (RV) – “Não escandalizar os pequeninos com a vida dupla, porque o escândalo destrói”, disse o Papa Francisco na homilia da missa matutina celebrada, nesta quinta-feira (23/02), na Casa Santa Marta.

“Cortar a mão”, “arrancar o olho”, mas “não escandalizar os pequeninos”, ou seja, os justos, “os que confiam no Senhor, que simplesmente creem no Senhor”.

“Mas o que é o escândalo? O escândalo é dizer uma coisa e fazer outra; é ter vida dupla. Vida dupla em tudo: sou muito católico, vou sempre à missa, pertenço a esta e aquela associação; mas a minha vida não é cristã. Não pago o que é justo aos meus funcionários, exploro as pessoas, faço jogo sujo nos negócios, reciclo dinheiro, vida dupla. Muitos católicos são assim. Eles escandalizam. Quantas vezes ouvimos dizer, nos bairros e outras partes: ‘Ser católico como aquele, melhor ser ateu’. O escândalo é isso. Destrói. Joga você no chão. Isso acontece todos os dias, basta ver os telejornais e ler os jornais. Os jornais noticiam vários escândalos e fazem publicidade de escândalos. Com os escândalos se destrói.”

O Papa citou o exemplo de uma empresa importante que estava à beira da falência. As autoridades queriam evitar uma greve justa, mas que não faria bem e queriam conversar com os chefes da empresa. As pessoas não tinham dinheiro para arcar com as despesas cotidianas, pois não recebiam o salário. O responsável, um católico, estava de férias numa praia no Oriente Médio e as pessoas souberam disso mesmo que a notícia não tenha saído nos jornais. “Estes são escândalos”, disse Francisco:
“No Evangelho, Jesus fala daqueles que escandalizam, sem dizer a palavra escândalo, mas se entende: ‘Você chegará ao Céu, baterá à porta e: Sou eu, Senhor! Não se lembra? Eu ia à Igreja, estava sempre com você, pertencia a tal associação, fazia muitas coisas. Não se lembra de todas as ofertas que eu fiz? Sim, lembro-me! As ofertas! Lembro-me bem: todas sujas, roubadas aos pobres. Não o conheço. Esta será a resposta de Jesus aos escandalosos que fazem vida dupla.”
“A vida dupla provém do seguir as paixões do coração, os pecados mortais que são as feridas do pecado original”, disse o Papa. A Primeira Leitura exorta a não se deixar levar pelas paixões do coração e a não confiar nas riquezas. A não dizer: “Contento-me de mim mesmo”. Francisco convidou a não adir a conversão:

“A todos nós, a cada um de nós, fará bem, hoje, pensar se há algo de vida dupla em nós, de parecer justos. Parecer bons fiéis, bons católicos, mas por baixo fazer outra coisa; se há algo de vida dupla, se há uma confiança excessiva: O Senhor me perdoará tudo. Então, continuo. Ok! Isso não é bom. Irei me converter, mas hoje não! Amanhã. Pensemos nisso. Aproveitemos da Palavra do Senhor e pensemos que o Senhor nisso é muito duro. O escândalo destrói.”

http://www.news.va/pt/news/papa-abandonar-vida-dupla-o-escandalo-destroi

PASTORAL CARCERÁRIA PROMOVE CURSO DE FUNDAMENTOS E PRÁTICAS DA JUSTIÇA RESTAURATIVA

A Pastoral Carcerária da Diocese de São Mateus, reuniu-se de 08 a 19 de fevereiro, para o Curso de Fundamentos e Práticas da Justiça Restaurativa. O Curso foi ministrado em 03 Etapas, sendo a 1ª etapa voltada para a compreensão dos Fundamentos da Justiça Restaurativa (carga horária de 40 horas); a 2ª etapa, as Práticas da Justiça Restaurativa (carga horária de 40 horas) e a 3ª etapa, Capacitação de Multiplicadores dos Fundamentos da Justiça Restaurativa (carga horária de 20 horas).

Foram capacitados 60 (sessenta) agentes de diversos segmentos: pastorais, movimentos, advogados, professores, agentes de unidade prisionais, religiosos das mais diversas denominações, lideranças comunitárias e comunidade geral, com o intuito de fomentar uma cultura de paz e capacitar pessoas que venha empregar as práticas da Justiça Restaurativa nos diversos campos de atuação: unidades prisionais, escolas, projetos sociais, dentre outros segmentos.

O curso foi facilitado pela Ir. Imelda Maria Jacoby, coordenadora da Justiça Restaurativa na Pastoral Carcerária do Rio Grande do Sul e co-facilitado por Vinícius Francisco Toazza, coordenador Arquidiocesano da Pastoral Carcerária em Passo Fundo, RS.

A Justiça Restaurativa, como uma tendência na resolução de conflitos, é uma forma célere e informal de restaurar as relações e prevenir futuras violências. É neste sentido, que a Pastoral Carcerária, sonha em implantar um programa de pacificação social, por meio de voluntários capacitados em auto composição. Ademais, o próprio Poder judiciário, na Resolução 225/2016 do CNJ, já dispõe sobre a política Nacional de Justiça Restaurativa no âmbito do seu Poder.

Regional Leste 2 oferece formação sobre Pastoral do Dízimo

Á luz do Estudo 8 “Pastoral do Dízimo”  e  Documento 106 “O dizimo na comunidade de fé: orientações e propostas” da CNBB, o Regional Leste 2 promove o primeiro encontro de formação e articulação sobre a Pastoral do Dízimo.

O encontro acontece nos dias 21 a 23 de março, no Centro de Acolhimento São José ( Rua Júlio de Castilho, 561 Cinquentenário – Belo Horizonte/MG )  e tem por objetivo informar e formar os ecônomos das Mitras, coordenadores diocesanos da Pastoral do Dízimo, agentes de pastorais e pessoas das (arqui)dioceses envolvidas na missão Evangelizadora sobre conscientização, educação e responsabilidade da fé adulta.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 15 de março no site do Regional Leste 2 www.cnbbleste2.org.br

Curso para agentes da Pastoral da Educação

A Comissão para a Educação do Regional Leste 2 (Minas Gerais e Espírito Santo) da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, realiza nos dias 10 a 12 de março, em Belo Horizonte (MG), o Curso para Agentes da Pastoral da Educação.

O objetivo do encontro é preparar pessoas que possam multiplicar o curso nas (Arqui)dioceses do Regional, tendo em vista a urgente necessidade da ação evangelizadora no campo da educação.

O encontro acontece na Casa das Irmãs Sacramentinas (Rua Madre Beatriz Frambach, 84 Dom Bosco –  Belo Horizonte/MG) e é direcionado a padres, leigos(as), religiosos(as) e agentes das Pastoral da Educação das (arqui)dioceses do Regional. São destinadas 2 (duas) vagas por (arqui)dioceses.

As inscrições podem ser feitas no site do Regional Leste 2 www.cnbbleste2.org.br até o dia 7 de março.